Metodologia de Ensino

EDUCAÇÃO INFANTIL

TRANSFORMAÇÃO DO CONHECIMENTO

• 1989 - Nasce o Centro de Educação Pingo de Mel, hoje Colégio Continente conquistou a todos pela sua forma compromissada, alegre e afetiva de viabilizar o ensino às crianças,
• Sua proposta filosófica perdura ao longo desses anos, sempre voltada à visão humanista, buscando a formação de crianças e jovens saudáveis, responsáveis, ativos, capazes de transformar e aplicar os conhecimentos obtidos em seu próprio benefício e dos outros. Essas premissas são à base da Educação Infantil, que percebe a criança como um aprendiz desde o momento em que nasce, com potencialidades múltiplas a serem desenvolvidas durante os anos iniciais de sua existência – crianças de 0 a 5 anos, alicerce do futuro subseqüente.

• PEDAGOGIA DOS PROJETOS
A Educação Infantil é um lugar onde as crianças se desenvolvem... é um tempo no qual o desenvolvimento tem como centro a construção da personalidade... um lugar onde as crianças fazem suas descobertas através da interação com seus parceiros e o meio circundante. Para corresponder a esta “criança inteira”, quando físico, cognitivo e afetivo-social estão concomitantemente em evolução, buscamos, na Pedagogia a prática de projetos, o trabalho ativo, uma forma diferente de ensinar. Os projetos não têm temas determinados, eles nascem das mais diversas situações: de idéias despertadas, de uma notícia divulgada nos meios de comunicação, de um fato cogitado no grupo, de um passeio, de observações diárias, de temas próximos, como as datas comemorativas, das necessidades do grupo percebidas pelo olhar do educador, enfim... situações que estejam impregnadas pela curiosidade infantil, propulsora do conhecimento e da cientificidade. Os conteúdos vão surgindo durante o percurso do projeto, que é um processo ativo e dinâmico, que possibilita o entrelaçamento das áreas do conhecimento (interdisciplinaridade e transdisciplinaridade), tornando a aprendizagem significativa, pois através das descobertas as crianças formulam suas hipóteses cognitivas, tendo como base o conhecimento anterior.


• ALFABETIZAÇÃO:
O respeito pela diversidade.
A criança, ao nascer, está envolta com um mundo gráfico. Ao seu redor observa objetos, representações e signos diversos; aos poucos vai conseguindo diferenciar os desenhos de outros símbolos, como a letra, o número, enfim, toda uma semiótica embutida na aprendizagem do cotidiano. Porém, a criança não se alfabetiza espontaneamente. Ela aprende reflexivamente, através de situações que provoquem o pensar. Faz-se necessário que o educador considere o ritmo, a forma de pensar e de aprender de cada um, e no seu fazer pedagógico possibilite atividades significativas, motivadoras, funcionais, trabalho em grupo, realizando constantemente avaliações formativas e individualizadas. Favorecendo a aprendizagem significativa os professores estimulam situações para verificarem o conhecimento prévio de seus alunos e, a partir deles, realizam a sua prática educativa, instigando-os a manifestarem suas hipóteses, tanto com relação à escrita e à leitura, quanto com relação à análise de fatos do cotidiano.
Os alunos observam que aquele “emaranhado” de símbolos gráficos, harmoniosamente organizados, representam a nossa língua e um pensamento, conseqüentemente compreendendo a função social da escrita e da leitura.

• ATIVIDADES COMPLEMENTARES
Em um ambiente apropriado, pleno de afeto, são promovidas atividades diversas, como Artes, Hora da Novidade, Hora da Roda, Dia do Brinquedo, Passeios-Pesquisa, Culinária, Jogo Dramático (simbólico), etc. Um leque de possibilidades que favorecem o desenvolvimento das múltiplas potencialidades da criança.


• ARTES VISUAIS
É uma das linguagens mais apreciadas pelas crianças, através da qual conseguem expressar significativamente suas sensações, sentimentos, pensamentos e a realidade. Para tanto, lhes é proporcionado o contato com os mais diversos recursos, desde materiais e instrumentos até produções artísticas de pintores diferenciados para que conheçam as diferentes formas de expressão plástica e percebam todo o contexto que envolve a produção, como localidade, mensagens, tipos, formas. Esse trabalho auxilia o desenvolvimento da expressão da sensibilidade, da estética e da capacidade criadora.

• DESENHO
Ao observarmos uma criança desenhando, seu olhar é sério, sua atitude é compenetrada. Desenhando, ela não se deixa distrair por outra atividade, sua atenção é mantida, sua concentração é forte... e esse momento é primordial para a expressão de seus sentimentos e pensamentos.

• CULINÁRIA
É uma atividade prazerosa, pois possibilita à criança conhecer melhor os alimentos que comemos, sua origem e como chegam até nós. Aguça a sua curiosidade quanto às misturas dos ingredientes que se transformam em vários estados: líquido, sólido; pouco ou mais consistentes e que, a partir da combinação desses, haverá um resultado. Essa curiosidade instiga a criança a uma produção científica e conseqüentemente ao desenvolvimento das múltiplas inteligências que é possuidora.

• HORA DA ATIVIDADE
Uma das atividades propostas pela professora é que a criança traga de casa, de forma “camuflada”, qualquer tipo de objeto, até mesmo um animalzinho, que deseja apresentar aos amigos da classe. Outro exemplo: que a criança conte aos coleguinhas sobre viagens ou fatos novos que aconteceram em sua vida, como o nascimento do irmãozinho ou da irmãzinha, por exemplo

• PASSEIO-PESQUISA
O Passeio-Pesquisa tem como finalidade levar o educando ao local onde as coisas acontecem.
Os passeios-pesquisa acontecem de acordo com o projeto desenvolvido pela turma. A partir deles surge a necessidade de conhecerem as mais diversas localidades, tais como: fazendas, chácaras, bosques, construções civis, estabelecimentos comerciais, casas especializadas, prefeitura, residência do amigo.
O objetivo que pretendemos atingir com esta prática, é proporcionar ao educando a interação com a realidade e colocá-lo em contato com profissões, costumes, condições sociais, problemas que afligem a comunidade.

• DIA DO BRINQUEDO
Esse dia foi especialmente criado pra que a criança traga de sua casa, seu brinquedo preferido, num dia previamente estabelecido ( sexta-feira).Brincadeiras são criadas, tais como: montagem de loja, maquetes de cidades, estradas nas areias do parque, casinha da boneca, etc., e que contribuem para que a criança articule entre a realidade e a imaginação. Aquilo que traz de casa e que lhe é mais querido,também pode, nesse dia, ser compartilhado com seus colegas. Através das trocas e interações, lidando com conflitos próprios a esta etapa, as crianças podem aprender a trabalhar cooperativamente


• HORA DA RODA
Esta atividade é diária e faz parte da chegada da criança à escola, ou em situações que induzam o grupo à reflexão. A hora da roda tem como objetivo organizar e planejar o dia junto às crianças, introduzindo normas, regras e fortalecendo as discussões que ali se dão diariamente.


• HORÁRIO AMPLIADO
Considerando a pluralidade da mente e a necessidade de desenvolvê-la, ainda em tenra idade, criamos o Horário Ampliado, de forma pensada e responsável, considerando o tempo da criança na escola, equacionando com o tempo no âmbito familiar. Através das atividades complementares - Música, recreação no pátio, Dança, Informática, Inglês, recreação dirigida - oportunizamos o desenvolvimento das diversas habilidades dos meninos e meninas. O Horário Ampliado também favorece deixarem seus filhos no colégio num horário compatível ao seu trabalho.
O ser humano nasce com a aptidão para aprender. Esta aptidão possibilita o desenvolvimento de suas múltiplas potencialidades, que são aprendidas nas mais diversas situações, sejam do cotidiano ou da escola, de forma intencional. É nosso objetivo criar condições para que a criança desenvolva as suas habilidades, pois acreditamos que os conhecimentos obtidos na primeira infância são determinantes para o seu desenvolvimento.

• MÚSICA
Ao ouvir música, cantar, realizar brinquedos rítmicos, a criança desenvolve, cognitivamente, sua afetividade e noções de estética, ampliando seu conhecimento do mundo.

• INFORMÁTICA
A utilização de ferramentas tecnológicas do seu entorno social oferece à criança a possibilidade de aprender novas formas de linguagem e comunicação. Ao ser orientado sobre como conviver nesses novos espaços de interatividade a criança aprende a se portar diante de situações que exijam senso crítico.

• EDUCAÇÃO FÍSICA
Ao usufruir de um espaço e atividades adequadas, a criança toma consciência e domina os movimentos de seu corpo. Oferecendo-lhe formas de como agir no meio físico e atuar sobre o ambiente humano com destreza e habilidade, buscamos situa-la no tempo e no espaço.

• DANÇA
Ao interagir de forma rítmica e harmoniosa com os componentes da dança (música, movimento, expressões diversas), a criança expressa seus sentimentos, emoções e pensamento, ampliando as possibilidades do uso significativo dos gestos e posturas corporais. Tais formas de expressão deve ser proporcionadas à criança desde a mais tenra idade.


• INGLÊS
A criança tem facilidade em aprender uma segunda língua. A partir de atividades adequadas à cada faixa etária, os alunos aprendem progressiva e gradativamente a ouvir, entender e falar outra língua, sem que isso interfira na aprendizagem da língua pátria. Tais atividades visam o desenvolvimento da memória, destreza, raciocínio, agilidade mental, observação e ação.

• RECREAÇÃO DIRIGIDA
Objetiva o bem estar, a integridade mental e corporal e o prazer da atividade física em todas as suas dimensões. Estratégias diversificadas como brincadeiras infantis, jogos, trabalho com sucata, brinquedos, e outras acontecem em um novo contexto, quando são percebidos e avaliados o interesse, a participação e a integração do aluno na atividade e no grupo.

• CORPO DOCENTE
Para dinamizar toda esta estrutura contamos com a atuação de profissionais qualificados, experientes e especializados, conhecedores das necessidades e especificidades da criança nessa fase de desenvolvimento infantil. Para manter o corpo docente sempre atualizado, dinâmico e integrado, são promovidos grupos de estudos periódicos, onde se discute assuntos mais diversos, relacionados à criança e às práticas pedagógicas, além da participação em cursos, congressos e seminários.

 

ENSINO FUNDAMENTAL


APRENDENDO A APRENDER, PROJETANDO O CONHECIMENTO
Ensino completo e formação integral se adquirem na escola que olha para o futuro. No Colégio Continente você encontrará uma prática educativa que tem como premissa básica a formação de um cidadão autônomo e participativo, apoiando-se em uma metodologia que garante uma formação integral, voltada para o desenvolvimento das capacidades e potencialidades humanas. Esta visão se integra a moderna concepção de qualidade em educação.

• Como fazemos para atingir os objetivos propostos:
A conquista dos objetivos propostos para o Ensino Fundamental depende de uma prática educativa, na qual os valores como respeito, honestidade, amizade, justiça e solidariedade são tão importantes quanto Português, Matemática, História ou Geografia, ditas como disciplinas curriculares. Desenvolver tais competências é primordial no ensino do Colégio Continente através do cotidiano, onde a construção de princípios de Ética e Cidadania permeiam toda a construção do conhecimento. Para isso novas metodologias de trabalho são incorporadas no cotidiano do Colégio como por exemplo a prática de projetos e passeios-pesquisa para observação do objeto de estudo in loco (recurso pedagógico).

• Apoio de um excelente material didático:
Os recursos dos materiais são o complemento da proposta de ensino. Portanto, a escolha do material didático é muito criteriosa. O corpo docente se reúne mensalmente, formando um Grupo de Estudos permanente com o objetivo de atualização e interação de seu trabalho em sala de aula. Contamos com esse corpo docente, que participa freqüentemente de cursos de atualização e aperfeiçoamento. Através desse trabalho, nossos alunos recebem a melhor orientação para o seu desenvolvimento e aprendizagem.
Estrutura dos cursos de 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental
• Horários oferecidos:
vespertino - 13h15min às 17h30min
- Integral
• Áreas do conhecimento trabalhadas:
Matemática, Educação Física, Geografia, Educação Artística, Português (incluindo literatura), História, Ciências, Inglês.O desenvolvimento de diferentes competências requer um sistema de ensino que permita ao aluno o desenvolvimento nas mais diversas áreas do conhecimento, de forma que ele possa participar de seu processo de aprendizagem, enquanto o professor é mediador na interação dos alunos com o objeto de conhecimento.

• Projetos
A organização dos conteúdos em torno de projetos, como forma de desenvolver atividades de ensino e aprendizagem, favorece a compreensão da multiplicidade de aspectos que compõem a realidade, uma vez que permite a articulação de informações de diversos campos de conhecimento. Professor e alunos compartilham os objetivos do trabalho e os conteúdos são organizados em torno de uma ou mais questões. Uma vez definido o aspecto específico de um tema, os alunos têm a possibilidade de aplicar os conhecimentos que já possuem sobre o assunto, buscar novas informações e utilizar os conhecimentos e os recursos oferecidos pelas diversas áreas para dar um sentido amplo à questão.

• Horário ampliado (1º ao 5º ano)
O Horário Ampliado é uma extensão do horário normal ( oposto ao horário normal de aula)
Período no qual o aluno participa de atividades que articulam as disciplinas básicas com outras essenciais para a sua formação, através de práticas de projetos interdisciplinares. Enfocamos as seguintes áreas dentro do Horário Ampliado: Oficina de Leitura, Educação Física, Educação Artística, Informática, jogos de percepção, jogos de concentração e Música; este período é oferecido aos alunos, cujo os pais trabalham no período integral e encontram dificuldade em cuidar e dar atenção aos seus filhos.


• OFICINA DE LEITURA:
A leitura é uma das principais formas de conhecer o mundo. O livro permite à criança o acesso a diversas informações, além de abrir as portas para a imaginação. A criança que desenvolve um bom hábito de leitura, transforma-se em um bom leitor e consequentemente em um bom escritor. No Colégio continente damos uma grande importância ao hábito de leitura, não apenas na área da Língua Portuguesa, mas em todas as áreas do conhecimento.
• EDUCAÇÃO FÍSICA:
desenvolver a capacidade de usar o próprio corpo de muitas maneiras altamente habilidosas para alcançar objetivos específicos; a capacidade de trabalhar habilidosamente com objetos – seja através de exercícios que exigem movimentos motores finos ou aqueles que exploram mais os movimentos globais do corpo. Estas duas capacidades – controlar os próprios movimentos do corpo e trabalhar habilidosamente com objetos – constituem o núcleo da inteligência corporal. •INFORMÁTICA:
tem o objetivo de interagir o aluno com a linguagem tecnológica. Como parte prática, o aluno entra em contato com as várias ferramentas do computador, despertando o gosto por esse instrumento e habilitando-o quanto ao manuseio. Essas informações e aprendizado são inseridos dentro de um contexto pedagógico, aliando a Informática a outras áreas (Matemática, Português, etc...), através de projetos que são montados pela em conjunto pelos professores. Noções de como pesquisar na Internet, também constam como parte do currículo.
• EDUCAÇÃO ARTÍSTICA:
essa disciplina focaliza as diferentes linguagens artísticas, como: artes plásticas, expressão corporal, teatro, numa estreita interação com a música. Tem como objetivo desenvolver a expressão, criatividade e apreciação estética, valorizando os aspectos da cultura nacional (formação da nossa identidade) e reconhecendo os principais movimentos artísticos no mundo. Estes estudos acontecem através de diferentes vivências onde diversos materiais servem como suporte de expressão e produção artística.

O material didático
Garante o acesso ao conhecimento, porém, recursos e estratégias utilizados pelo professor enriquecem as aulas de forma a estimular a aprendizagem, contextualizando os conteúdos através de pesquisas, promovendo um aprendizado significativo. A educação pautada na construção do conhecimento tem como foco a aquisição não só de saberes codificados , mas o domínio dos próprios instrumentos do conhecimento, onde seu fundamento é o prazer de compreender, de conhecer, de descobrir. Desta forma, temas pesquisados, de maneira individual ou coletiva, através da prática de projetos são apresentados e discutidos na Mostra Cultural e Científica, que acontece anualmente no colégio. Os trabalhos apresentados na Mostra emergem da pesquisa dos alunos, fomentada e acompanhada pelos professores. O intuito é de promover o aumento do conhecimento, que permite ao educando compreender melhor o ambiente sob os seus diversos aspectos, favorecendo o despertar da curiosidade intelectual, estimulando através da autonomia, o senso crítico e a compreensão da realidade.